Formas de como corrigir orelha de abano em bebê!

orelha de abano em bebê

As orelhas proeminentes, conhecidas popularmente como Orelhas de Abano, são um pequeno detalhe, mas podem incomodar bastante a pessoa que possui essa característica. Essa deformidade na orelha é uma das queixas frequentes para intervenção de correção estética.

Por mais que, ela não cause alterações funcionais e fisiológicas, a pessoa que possui essa condição pode ter um prejuízo emocional, distúrbios comportamentais, dificuldades no convívio social, principalmente em crianças e adolescentes.

É comprovado que o bullying, e os problemas psicológicos que ocorrem com esses pacientes na infância, relacionam-se com piora da qualidade de vida, podendo causar, queda de desempenho escolar, baixa autoestima e inseguranças.

Como saber se seu filho possui orelha de abano?

Muitos pais possuem dúvidas se o filho (a) está com orelha de abano ou não. O que caracteriza a orelha de abano é a posição estar fugindo da normalidade. Uma orelha normal, possui uma curvatura continua e na parte superior se divide em duas cristas. Quando a borda da orelha não faz a curva, é uma orelha de abano. Outras características, é o crescimento da concha da orelha, e quando na região superior ela se afasta da orelha.

Orelha de abano em bebê é genético?

Não é comprovado que existe algum gene que cause a orelha de abano, mas existe famílias que possuem muitos casos dessa característica. Provavelmente existe sim uma hereditariedade, mas ainda não está definida totalmente essa informação.

Corrigir orelha de abano em bebê: Otoplastia pode?

A otoplastia é o procedimento cirúrgico que corrige as orelhas de abano. Para crianças, a indicação da faixa etária para realização do procedimento é de 5 à 7 anos, ou no momento que a cartilagem estiver suficientemente estável para passar pela correção. É utilizado anestesia local ou geral, as incisões são feitas atrás da orelha, ou na frente, mas sempre de forma discreta.

Após a cirurgia, é necessário que a criança faça uso de uma faixa de proteção, e também é indicado o uso de analgésicos e anti – inflamatórios. A alta para realização de atividades do dia – a – dia ocorre a partir de 10 dias da realização da correção.

Melhore a sua confiança ou de quem você ama, corrija a abertura das orelhas conhecidas como “orelhas de abano” com a técnica EarBlip. Sem cortes, sem cicatriz, resultado definitivo e imediato. Conheça mais sobre o método earblip.com.br

Como corrigir orelha de abano em crianças sem procedimento cirúrgico?

Separamos algumas formas de corrigir a orelha de abano sem cirurgia. Confira!

Molde de Silicone

Esse é um dos métodos considerado mais eficiente durante a infância. Esse procedimento precisa de uma acompanhamento médico, tende a ter uma maior eficácia em aberturas de leve a medianas. O tratamento pode demorar de 4 a 6 semanas, e para o melhor resultado é indicado o uso em bebês de até 21 dias.

Sonda

É um método mais acessível, alguns médicos utilizam uma sonda atrás da orelha colada com um adesivo específico, que não causa irritações e alergias. Os pais posteriormente podem realizar o procedimento em casa, com as orientações médicas.

Faixas elásticas

Indicado o uso no primeiro mês de vida, com maior eficácia quando a causa da deformidade foi a posição em que o bebê estava no útero. É importante que durante o uso da mesma, o bebê seja supervisionado por algum adulto, e é aconselhada a retirada da faixa na hora de dormir para evitar sufocamentos no bebê.

EarBlip

A técnica é realizada sem cortes e sem a necessidade de centro cirúrgico. O paciente retorna as suas atividades rapidamente e no dia seguinte apenas fica de repouso, não é necessário afastamento.

Sem necessidade de pós operatório, procedimento é indolor, realizada somente sob anestesia local. O resultado é imediato e permanente após a cicatrização. O paciente ainda pode escolher e ponderar sobre o ponto de alinhamento desejado. Quer conhecer mais sobre esse método? Acesse o site earblip.com.br

Porque realizar a correção das orelhas de abano o mais cedo possível?

  • Evitamos que a criança cresça com algum trauma estético;
  • Melhoramos a autoestima;
  • Mesmo que a criança ainda não tenha passado por episódios de bullying, a aparência das orelhas de abano, principalmente no momento em que vivemos, de extrema exposição nas redes sociais pode ser um obstáculo no fortalecimento da autoconfiança.
  • Fortalecimento da autoestima;
  • Melhora na comunicação e nas relações sociais;
  • Com alguns tratamentos feitos antecipadamente, podemos evitar a realização de procedimentos mais invasivos.

Lembre-se de pensar com muito cuidado e carinho em qual caminho seguir para corrigir esse problema que pode ser tão incômodo. O mais importante é a satisfação com o resultado final. É importante estar tranquilo, decidido e seguro durante todo o período de escolha. É ideal também que procure uma orientação médica para escolher o melhor caminho para a correção das orelhas de abano do seu bebê.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recent posts
Our Gallery